Vereador de Lagoa Seca argumenta motivos para aumento de 45% no próprio salário

Spread the love

A Câmara Municipal de Lagoa Seca foi alvo de diversas críticas nos últimos dias, devido a aprovação do aumento de 45% no valor dos salários dos vereadores, mesmo em meio a pandemia de coronavírus.

O vereador Edvaldo do Bode (PSB), esclareceu o assunto durante entrevista à Panorâmica FM. De acordo com ele, o salário foi reajustado para R$ 6.100, porque desde 2012 estava congelado.

Segundo o parlamentar, o aumento será iniciado apenas em 2022, devido a uma lei que impossibilita o aumento de salário de servidores públicos em 2021.

Outros motivos pontuados por Edvaldo é que o valor líquido recebido pelo legislativo da cidade é de R$ 3560, e eles não possuem assessoria e nem vale combustível.

“Se eu vou na Energisa para fiscalizar a questão da iluminação pública de Lagoa Seca, que o repasse é para o município, eu gasto combustível, se eu vou na Cagepa solicitar para uma comunidade água eu gasto combustível, se eu vou nos PSFs, nas UBSs, que eu vou sempre , tudo isso é do salário que eu recebo de vereador”, ponderou.

O vereador ressaltou que dentre os 11 parlamentares é o único de oposição, e que não quis se aproveitar do momento sozinho para ser o “bambambam” e nadar contra a maré. “Eu não faço política me aproveitando”, disse.

Por fim, ele pontuou que todas as cidades da redondeza, inclusive com menos habitantes, pagam melhor aos seu legislativo.

– Vou explicar olhando nos olhos de cada cidadão de Lagoa Seca que um salário de R$ 3560 não tem como você nem colocar combustível e manter o seu carro. se vocês querem entender tirem a dúvida com todos os parlamentares – finalizou.

Paraibaonline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *